Em uma cerimônia na tarde de quarta-feira, 15, em Brasília, o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) recebeu as duas premiações que conquistou pelo desempenho na campanha "MP + Seguro¨¨, voltada a fortalecer a segurança institucional do Ministério Público (MP) em todo o país.  

Representado pelo Procurador-Geral de Justiça, Fernando da Silva Comin, e pelo Coordenador do Escritório de Representação em Brasília, Procurador de Justiça Rui Carlos Kolb Schiefler, o MPSC recebeu das mãos do Corregedor Nacional do Ministério Público, Marcelo Weitzel Rabello de Souza, os troféus pela conquista do primeiro lugar na categoria 'Engajamento" e do terceiro lugar na categoria "Qualidade em segurança institucional". O MPSC foi a única unidade do MP a conquistar dois troféus. 

A entrega da premiação ocorreu no auditório do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), instituição que promoveu a campanha "MP + Seguro", por meio da Comissão de Preservação da Autonomia do Ministério Público (CPAMP). 

Entre os critérios analisados pelo CNMP para a escolha dos vencedores na categoria "Engajamento" estava a participação de membros, servidores, estagiários e terceirizados nas pesquisas sobre segurança institucional realizadas nos meses de setembro e outubro de 2021. Já para a categoria "Qualidade em segurança institucional", foi avaliada a pontuação da unidade quanto ao conteúdo das respostas apresentadas nas referidas pesquisas e do formulário da Resolução CNMP n. 156, de 2016. 
 
Na categoria "Engajamento", também receberam premiações os Ministérios Públicos do Acre e do Espírito Santo, que ficaram com a segunda e a terceira colocação, respectivamente. Já no prêmio de "Qualidade em segurança institucional", quem ficou com a primeira posição foi o MP de Rondônia, seguido pelo de Tocantins. As demais unidades do MP receberam certificados. 
 
Além dos representantes de cada MP e do Corregedor Nacional, estiveram no evento o Procurador de Justiça do Estado do Paraná e Coordenador do Comitê de Políticas de Segurança Institucional (CPSI), Vani Antônio Bueno, os Conselheiros Nacionais do MP Ângelo Fabiano Farias e Paulo Cezar dos Passos, o Procurador-Geral de Justiça Militar, Antônio Pereira Duarte, o Diretor-Adjunto da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), Carlos Afonso Gonçalves Gomes Coelho, e o Presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República, Ubiratan Cazetta. 

Veja como foi a premiação aqui.






Redes Sociais

MPs Estaduais

MPAM

  • 02/12/2021
  • 02/12/2021