Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

Conselho Nacional de Procuradores-Gerais - CNPG

Menu
<

Em sessão solene do Órgão Especial do Colégio de Procuradores de Justiça, realizada na tarde desta segunda-feira (09/04), o Procurador de Justiça Márcio Fernando Elias Rosa foi empossado Procurador-Geral de Justiça do Estado de São Paulo. Ele foi nomeado pelo governador Geraldo Alckmin na última quinta-feira (05/04) e chefiará o Ministério Público paulista pelos próximos dois anos.

O Presidente do Conselho Nacional de Procuradores Gerais do Ministério Público dos Estados e da União (CNPG), Cláudio Lopes, Procurador-Geral de Justiça do Rio de Janeiro, desejou sucesso ao novo Chefe do MP paulista. “Parabenizo o novo Procurador-Geral de Justiça de São Paulo e desejo um mandato profícuo“, disse Lopes.

Ao falar pela primeira vez como Procurador-Geral, Márcio Fernando Elias Rosa afirmou que “o Ministério Público não é e jamais será fruto de qualquer ação individual; ele resulta da ação de todos nós; trata-se de uma grande obra coletiva e o mais decisivo papel da Procuradoria-Geral de Justiça sempre será o e de atuar em comunhão com todos”.

O novo Procurador-Geral de Justiça tem 49 anos e na gestão recém-encerrada de Fernando Grella Vieira, foi Diretor-Geral do MP e Subprocurador-Geral de Justiça de Gestão.

Márcio Elias Rosa ingressou no Ministério Público de São Paulo em 1986.  Atuou no Núcleo Operacional de Parcelamento do Solo Urbano e no Centro de Apoio das Promotorias de Justiça Criminais. Foi também um dos primeiros integrantes da então Promotoria de Justiça da Cidadania, tendo, neste cargo, participado das ações coordenadas iniciais do Ministério Público no combate à corrupção e à improbidade.

 



Fonte: MPRJ / MPSP
.: voltar :.