Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

Conselho Nacional de Procuradores-Gerais - CNPG

Menu
<

O Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais (CNPG) repudia o atentado, ocorrido na última quinta-feira (22/03), contra o Promotor de Justiça em Goiás Douglas Roberto Ribeiro de Magalhães Chegury. O CNPG acompanhará, juntamente com a Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (CONAMP) e a Associação Goiana do Ministério Público (AGMP), as investigações para a elucidação do crime e cobrará a responsabilização rigorosa de todos os envolvidos.

“Lamentamos e repudiamos o ocorrido, que constitui um atentado ao MP brasileiro. Confiamos em uma rápida elucidação”, afirma o Presidente do CNPG, Procurador-Geral de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, Cláudio Soares Lopes. 

O Promotor de Justiça Douglas Roberto Ribeiro de Magalhães Chegury, que sofreu ferimentos leves e passa bem, teve seu carro atingido por vários tiros quando dirigia na rodovia entre Campos Belos e São Domingos, próximo à divisa entre os Estados de Goiás e Tocantins. Para escapar da emboscada, Douglas ficou escondido na mata por mais de sete horas.

O atentado ocorreu por volta das 12 horas, quando Douglas viajava para uma reunião na Regional de Saúde de Campos Belos. Policiais encontraram o carro e informaram dois Promotores que o aguardavam para o encontro.

O Promotor integra o MP de Goiás há um ano. Na comarca de São Domingos, onde atua, Douglas desenvolve um trabalho de combate aos crimes ambientais na região, tais como a poluição de carvoarias e o desmatamento ilegal, além de participar de articulação de um projeto especial para o nordeste do Estado de Goiás.



Fonte: Ascom MPRJ

.: voltar :.