Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

Conselho Nacional de Procuradores-Gerais - CNPG

Menu
<

Caberá ao governador Jaques Wagner escolher e nomear o novo chefe do Ministério Público para o biênio 2010/2012, a partir da lista tríplice que foi formada hoje, dia 26, composta pelos promotores de Justiça Norma Angélica Reis Cardoso Cavalcanti, Olímpio Coelho Campinho Júnior e Wellington César Lima e Silva. A lista será entregue ao governador pelo procurador-geral de Justiça Lidivaldo Britto, que encerrará seu segundo mandato na primeira quinzena de março. A comissão eleitoral, que entregou o resultado oficial do pleito à Lidivaldo Britto tão logo foi proclamado o resultado da eleição, esteve integrada pelas procuradoras de Justiça Nágila Brito (na presidência), Itanhy Maceió e Maryjane Auxiliadora Coutinho (titulares) e Maria das Graças Souza e Silva, Maria de Fátima da Cunha e Maria Ivone Rocha (suplentes). 
Seis candidatos participaram da concorrida eleição, que aconteceu durante todo o dia na sede da Instituição. Do colégio eleitoral composto por 513 membros, sendo 47 procuradores e 466 promotores de Justiça (190 da capital e 276 do interior do Estado), votaram 481 membros do MP, sendo registrados dois votos nulos. Auxiliaram na contagem dos votos o procurador de Justiça Zuval Gonçalves Ferreira e os promotores de Justiça José Vicente Santos Lima e Luiz Alberto Figueiredo. Os votos ficaram assim distribuídos: 
Norma Angélica Reis Cardoso Cavalcanti (promotora de Justiça) - 287 votos
Olímpio Coelho Campinho Júnior (promotor de Justiça) - 229 votos
Wellington César Lima e Silva (promotor de Justiça) - 140 votos
Sara Mandra Moraes Rusciolelli Souza (procuradora de Justiça) - 133 votos
Almiro de Sena Soares Filho (promotor de Justiça) - 59 votos
Natalina Maria Santana Bahia (procuradora de Justiça) - 55 votos

Norma Angélica é natural de Inhambupe (BA), tem 52 anos e integra o MP desde 1992, tendo atuado nas comarcas de Ibitiara, Araci, Cícero Dantas e Alagoinhas. Promovida para Salvador em 1999, atuou nas promotorias de Assistência e Criminal e coordenou o Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça Criminais. Foi presidente da Associação do Ministério Público da Bahia (Ampeb) de 2005 a 2009. Atualmente integra o Núcleo de Combate às Consequências Econômicas da Atividade Delituosa (Nurec) e é a 1ª vice-presidente licenciada   da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp). Norma obteve 59,9% dos votos.

Olímpio Campinho tem 41 anos, é natural de Salvador e tomou posse como promotor de Justiça em 1992, trabalhando nas comarcas de Pilão Arcado, Queimadas, Tucano, e Ipiaú. Promovido para Salvador em 1997, atuou na Promotoria de Justiça de Assistência. Atualmente atua na Promotoria de Justiça do Consumidor. Olímpio obteve 47,8% dos votos.

Wellington César tem 44 anos, nasceu em Salvador e ingressou no MP em 1991. Atuou nas comarcas de Itagimirim, Tucano e Feira de Santana. Em 1995 foi promovido para Salvador onde atuou na promotoria de Justiça de Assistência e como Assessor Especial do procurador-geral de Justiça. Atualmente atua na 6ª Vara Crime e na Central de Inquéritos. Wellington obteve 29,2% dos votos.

Assessoria de Comunicação Social
Redatora: AnBar MTB/Ba 690
Tel: (71) 3103-6502 
www.mp.ba.gov.br

 

 

.: voltar :.