Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

Conselho Nacional de Procuradores-Gerais - CNPG

Menu
<

O Ministério Público do Tocantins (MP/TO) ofereceu denúncia contra Cícero de Sousa, Francisco de Souza Filho, Maria Santana de Sousa e Gilberto dos Santos pelo crime de latrocínio (roubo seguido de morte) de Saturnino Borba de Miranda, ocorrido na zona rural de Colméia. A denúncia foi apresentada nesta quinta-feira, 28, pelo Promotor de Justiça Guilherme Cintra Deleuse.

 

De acordo com o Promotor de Justiça, em 27 de agosto de 2014, os acusados invadiram a casa da vítima, desferindo contra ela golpes de faca, machado e até de uma enxada. Consta nos autos do inquérito policial que o grupo, após assassinar Saturnino Borba, decidiu incendiar sua residência com o objetivo de ocultar os vestígios do crime. Após atearem fogo à casa, os acusados também subtraíram uma motocicleta de propriedade da vítima.

 

Os acusados devem responder pelos crimes descritos nos artigos 157 (latrocínio) e 250 (incêndio) do Código Penal Brasileiro e podem ser condenados a até 36 anos de reclusão.

.: voltar :.