Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

Conselho Nacional de Procuradores-Gerais - CNPG

Menu
<
Fotos/PG Alves
Chefe do MP foi condecorado com a...

O Comando Militar do Sul realizou, na manhã desta sexta-feira, 17, no 3º Regimento de Cavalaria de Guarda, solenidade militar alusiva aos 367 anos de criação do Exército Brasileiro. No evento, que foi presidido pelo Comandante Militar do Sul, General de Exército Antonio Hamilton Martins Mourão, foram entregues Medalhas da Ordem do Mérito Militar e Diplomas de Colaborador Emérito a personalidades civis e militares que prestaram relevantes serviços à Força Terrestre. O Procurador-Geral de Justiça do RS Eduardo de Lima Veiga foi condecorado com a Medalha da Ordem do Mérito Militar, no Grau Oficial. 

A Ordem do Mérito Militar é a mais elevada distinção honorífica do Exército. Ela foi criada em 1934 e é destinada a premiar os militares do Exército que tenham prestado notáveis serviços ao País e aos civis ou militares que hajam prestado relevantes serviços ao Exército, bem como às Organizações Militares que se tenham tornado credoras de homenagem especial do Exército. Também a Assessora do PGJ, Bárbara Cristine Holenbach, recebeu o Diploma de Colaborador Emérito do Exército. 

Na cerimônia, o General de Exército Antonio Hamilton Martins Mourão destacou que a distinção “é o reconhecimento do Exército brasileiro ao trabalho realizado seja por seus integrantes, seja por personalidades civis, cada um em sua área de trabalho, em que muito facilitou a missão do Exército brasileiro”. 

Em relação ao Dia do Exército, Martins Mourão enfatizou que a Ordem do Dia, escrita pelo Comandante do Exército, General de Exército Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, foi “muito significativa por que ela mostra o instante em que o Exército brasileiro nasceu há 367 anos, quando aquele grupo de patriotas reuniu-se e decidiu, empregando seus recursos, inclusive a sua própria vida, defender a nossa integridade territorial”. 

Conforme a Ordem do Dia, em 1645, 18 patriotas inconformados com o domínio do invasor holandês, sob a liderança do português João Fernandes Vieira e conduzidos por André Vidal de Negreiros, Felipe Camarão e Henrique Dias, na harmonia das três raças fortes – branco, negro e índio -, assinaram a proclamação: “nós abaixo assinados, nos conjuramos e prometemos, em serviço da liberdade, não faltar, a todo o tempo que for necessário, com toda a ajuda de fazendas e de pessoas, contra todo o risco que se oferecer, contra qualquer inimigo, em restauração da nossa Pátria”. Acrescentou que “é isso que deve ficar bastante claro na cabeça de todos nós dentro deste glorioso Exército: ao longo destes 367 anos jamais faltamos com essa nação”. 

Ainda durante o ato, mais de mil militares de organizações militares das guarnições de Porto Alegre, São Leopoldo e Sapucaia do Sul realizaram desfile com representações de grupamentos motorizados, blindados e hipomóvel. 

A solenidade militar contou com as presenças dos Generais Virgílio Muxfeldt, Carlos Bolivar, Fernando Vasconcellos, Fernando Goulart, generais da ativa e da reserva, autoridades civis, militares da ativa e da reserva, além de convidados.

...Medalha da Ordem do Mérito Militar...
... em solenidade militar alusiva aos 367 anos de criação do Exército Brasileiro
Assessora do PGJ, Bárbara Cristine Holenbach ...
... recebeu o Diploma de Colaborador Emérito do Exército
Bárbara Cristine Holenbach e Eduardo de Lima Veiga
O palanque com autoridades
Solenidade militar foi realizada ...
... no 3º Regimento de Cavalaria de Guarda
Momento da fala do General de Exército Antonio Hamilton Martins Mourão
Organizações militares ...
... desfilaram homenageando ...
... os 367 anos de criação do Exército
Medalhas e diplomas que foram entregues
.: voltar :.