Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

Conselho Nacional de Procuradores-Gerais - CNPG

Menu
<
Familiares foram recebidos pelos Promotores na sede do MP em Santa Maria

Promotores de Justiça de Santa Maria receberam nesta terça-feira, 12 de maio, um grupo de pais de vítimas da boate Kiss que procuraram o Ministério Público para manifestar apoio ao trabalho realizado pela Promotoria de Santa Maria no caso e repúdio a postura de alguns integrantes da Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria e de movimentos, como o Luto a Luta. “Nós viemos esclarecer algumas dúvidas sobre o processo e dizer que a Associação não nos representa quando escolhe atacar pessoas como fizeram com Promotor Ricardo Lozza”, disse Terezinha Chagas, mãe de uma das vítimas. 

De acordo com a Diretora da Promotoria de Santa Maria, Ivanise Jann de Jesus, alguns pais e mães de vítimas da tragédia a procuraram pedindo para serem recebidos com objetivo de manifestar o seu descontentamento com colocações públicas e iniciativas promovidas por representantes da Associação e de movimentos relacionados ao caso. “Assim como fazemos sempre que procurados, concordamos em recebê-los e, durante mais de duas horas, esclarecemos todas as dúvidas que apresentaram com relação os processo e polêmicas que ocuparam o espaço público em Santa Maria desde o ocorrido”, disse a Promotora. 

Além de manifestar a confiança no trabalho do Ministério Público e na Justiça, os familiares presentes perguntaram sobre prazos do processo e responsabilidades pelas mortes ocorridas na madrugada dia 27 de janeiro 2013. 

Também estiveram presentes na reunião os Promotores Joel Dutra, Maurício Trevisan e Ricardo Lozza. 

Eles esclareceram dúvidas e manifestaram confiança na atuação dos Promotores de Justiça
Diretora da Promotoria conversou com jornalistas no local

 

.: voltar :.