Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

Conselho Nacional de Procuradores-Gerais - CNPG

Menu
<

O Ministério Público de Rondônia definiu quais ações desenvolverá e que recursos utilizará para servir a sociedade rondoniense nos próximos 10 anos. O Colégio de Procuradores de Justiça da Instituição aprovou por unanimidade, nesta quarta-feira (10), o primeiro Planejamento Estratégico do MP-RO, documento que norteará os rumos da organização para o período. Na mesma sessão, foi aprovado o Plano Geral de Atuação (PGA-2011/2012), um desdobramento do documento, formado por um conjunto de iniciativas a serem executadas.

Resultado de consultas aos membros e servidores do Ministério Público, o Planejamento Estratégico decorre da necessidade percebida pelo MP-RO de atender às mudanças da sociedade no atual ambiente de constantes alterações. Nesse sentido, o Ministério Público de Rondônia, motivado pelo momento de crescimento do Estado, lançou mão de metodologias diversas para definir os rumos organizacionais, se utilizando também do Balanced Scorecard. O BSC, como é chamado, é  um modelo para a gestão estratégica, baseado na composição de um mapa geral das estratégias, que se desdobra em objetivos e consequentemente em projetos, todos gerenciados por um conjunto de indicadores de desempenho que permitam uma gestão completa da Instituição.

Durante a sessão, o Procurador-Geral de Justiça, Ivanildo de Oliveira, ressaltou que a elaboração do planejamento foi inspirada na opinião de membros, servidores e sociedade. “Uma das metodologias utilizadas para a elaboração do PGA foi o questionário eletrônico, por meio do qual membros e servidores responderam a mais de 70 perguntas sobre o que julgam mais relevante no trabalho da Instituição”, afirmou.

Como forma de exemplificar os indicadores que nortearão a gestão estratégica a ser implementada com o Planejamento, o Secretário-Geral do Ministério Público de Rondônia, Promotor de Justiça Héverton Alves de Aguiar, fez uma breve apresentação sobre um dos itens do Projeto de Controle de Despesas Administrativas, implementado pela Secretaria-Geral.

A sessão desta quarta teve a presença do Subprocurador-Geral de Justiça, Ivo Scherer, do Corregedor-Geral, Airton Pedro Marin Filho, e dos Procuradores de Justiça Cláudio Ribeiro de Mendonça, Osvaldo Luiz de Araujo, Jackson Abílio de Souza, Julio César do Amaral Thomé, Rodney Pereira de Paula, Gilberto Barbosa Batista dos Santos, Abdiel Ramos Figueira, Vera Lúcia Pacheco Ferraz de Arruda, Charles José Grabner, Edmílson José de Matos Fonsêca, Ivo Benitez e José Carlos Vitachi. Também presente o presidente da Associação do Ministério Público de Rondônia (Ampro), Promotor de Justiça Marcelo Lima de Oliveira.

A elaboração do Planejamento Estratégico foi conduzida pela Coordenadoria de Planejamento e Gestão, chefiada pelo Promotor de Justiça Charles Martins.

.: voltar :.