Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

Conselho Nacional de Procuradores-Gerais - CNPG

Menu
<
Local da nova basílica foi periciado
 
 
Local da nova basílica foi periciado

 

 

Uma reserva ambiental particular, com três alqueires de dimensão, às margens do Córrego Lajes, será criada em Trindade, como compensação ambiental assumida pela Associação Pai Eterno e Perpétuo Socorro.

A área, que não poderá ser vendida nem penhorada, terá uso sustentável, com regeneração natural de espécies nativas ou plantio voluntário, localizada entre as Fazendas Forquilha e Arrozal, no local conhecido como Estância Campestre, onde está sendo construída a nova Basílica do Divino Pai Eterno.

O terreno ainda deverá ser cercado visando à proteção da reserva e consistirá importante unidade de conservação, ou seja, uma forma segura de garantir para a posteridade as características da flora e fauna existente naquela região.

A medida integra um dos compromissos assumidos pela entidade religiosa em termo de ajustamento de conduta firmado com o promotor de Justiça Delson Leone Júnior nesta semana, levando-se em consideração laudo técnico pericial emitido pelo Ministério Público de Goiás.

Esse documento aponta que não foram identificados problemas graves na obra da basílica e que ela está devidamente licenciada. Por outro lado, entretanto, há previsão de que toda a área do estacionamento será impermeabilizada, sendo sugeridas, portanto, medidas que possam reduzir esse impacto e que estão contempladas no acordo, tais como a elaboração de projeto técnico para um sistema de drenagem pluvial superficial e de bacias de contenção, referente a essa área.

Um plano de recuperação de área degradada deverá ser apresentado à Semarh e implementado até 2014, e também alguns documentos complementares, tais como laudo geotécnico e relatórios específicos.

A nova Basília do Divino Pai Eterno ocupará uma área de 124 mil m², com dois pavimentos. O prazo para conclusão da obra está estimado em 10 anos. (Postado por Marília Assunção - Texto: Cristiani Honorio /Assessoria de Comunicação Social – Fotos: Perícia-técnico ambiental do MP)
 

.: voltar :.