Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

Conselho Nacional de Procuradores-Gerais - CNPG

Menu
<

WebmailFaceBook do CNPGTwitter do CNPGRSS

<<  <  Dezembro 2018  >  >>
 Seg  Ter  Qua  Qui  Sex  Sáb  Dom 
       1  2
  3  4  5  6  7  8  9
10111213141516
171920212223
24252627282930
31      

A Procuradoria-Geral de Justiça editou, no último dia 06 de junho, a portaria nº 1.136/18, que regulamenta o trabalho remoto no âmbito ministerial e define critérios e requisitos para a prestação desse modelo de trabalho, onde o servidor não precisa ir a sede da promotoria para desempenhar suas funções.

Para justificar a medida, o procurador-geral de Justiça José Rony Silva Almeida ressaltou que o teletrabalho visa economizar tempo e custo de deslocamento dos servidores até o local de trabalho; aumentar a produtividade institucional em termos quantitativos, sem prejuízo da qualidade; estimular a adoção de cultura orientada a resultados, com foco no incremento da eficiência e da efetividade dos serviços prestados à sociedade, bem como o desenvolvimento de talentos, o trabalho criativo e a inovação.

O PGJ também coloca o corte de gastos como um dos motivadores para a resolução do teletrabalho. “Contribuir para a melhoria de programas socioambientais do MP de Sergipe, objetivando a sustentabilidade ambiental com a diminuição de poluentes na atmosfera e a redução no consumo de água, esgoto, energia elétrica, papel e de outros bens e serviços disponibilizados nos seus respectivos locais de trabalho”, pontuou Rony Almeida.

Para editar a portaria, a PGJ considerou o princípio da eficiência da Constituição Federal e a resolução, de número 157, de 31 de janeiro de 2017, que regulamenta o teletrabalho no âmbito do Ministério Público e do Conselho Nacional do Ministério Público. “A importância de renovar as políticas institucionais de gestão de pessoas, visando o aprimoramento de resultados e desempenho dos servidores” e “os recursos tecnológicos disponibilizados possibilitam a realização de trabalho remoto ou à distância de forma a proporcionar benefícios diretos e indiretos para o servidor, para a administração e para a sociedade”, considerou o PGJ.

 

Coordenadoria de Comunicação Ministério Público de Sergipe

Fone: (79) 3209-2865

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Facebook: mpseoficial

Instagram: mpsergipe

.: voltar :.