Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

Conselho Nacional de Procuradores-Gerais - CNPG

Menu
<

WebmailFaceBook do CNPGTwitter do CNPGRSS

<<  <  Novembro 2018  >  >>
 Seg  Ter  Qua  Qui  Sex  Sáb  Dom 
     1  2  3  4
  5  6  7  8  91011
12131415161718
192022232425
2627282930  

O PMSC Mobile, projeto financiado pelo Fundo para Reconstituição de Bens Lesados (FRBL), foi vencedor do Prêmio FONAJE na categoria "Operadores do Direito", realizado pelo Fórum Nacional de Juizados Especiais. Esse é o terceiro reconhecimento que o programa recebe desde a sua implementação.

O PMSC Mobile é um aplicativo voltado ao policiamento monitorizado, com o intuito de gerir e registrar os atendimentos de ocorrências de forma mais eficaz. Um tablet disponível nas viaturas permite consulta aos sistemas da PM e da Polícia Civil em tempo real. Agregado a uma impressora térmica portátil, o sistema permite a impressão imediata do boletim de ocorrência. Testado inicialmente no 12º Batalhão da PM em Balneário Camboriú no ano de 2015, estendeu-se para todo o Estado, reduzindo pela metade o tempo de atendimento das ocorrências.

O projeto do PMSC Mobile foi aprovado em julho de 2016 pelo Conselho Gestor do FRBL e recebeu recursos no valor de R$ 3.463.850,00, que possibilitaram a plena execução do programa, desenvolvido pela Polícia Militar de Santa Catarina. Após a realização do processo de licitação, o projeto ainda teve seu valor reduzido em cerca de R$ 100 mil e conseguiu adquirir mais equipamentos.

No total, durante a execução do projeto foram adquiridos 687 tablets, 937 impressoras térmicas portáteis e 687 adaptadores para as viaturas. Também foram comprados 250 smartphones, 250 suportes e 250 baterias extras para utilização de demais modalidades de vigilância (a pé, motocicleta, bicicleta, dentre outras). Em dezembro de 2017, após a finalização, toda a frota da PM no Estado, inclusive a Polícia Militar Ambiental, tornou-se 100% mobile.

Resultados e reconhecimentos

Com a efetivação do projeto foram atendidas, até dezembro do ano passado, 1.132.582 ocorrências e foram realizados 357.658 boletins de ocorrência (BO) e 568 mil autos de infração de trânsito. As informações antes constatadas em até 11 formulários de papel foram migradas para plataformas eletrônicas, resultando em uma maior agilidade e economia. Com a otimização, o custo para realizar para 50 BOs foi reduzido de R$ 23,20 para R$ 1,60. Já o tempo estimado de um atendimento, que era de cerca de 50 minutos, foi reduzido para 30 minutos, quase dobrando a capacidade de trabalho das companhias.

Em agosto de 2017, o PMSC Mobile também foi selecionado como um dos cinco vencedores da categoria ''Inovação em processos organizacionais, serviços ou políticas públicas no Poder Executivo estadual/distrital'' no 21º Concurso de Inovação no Setor Público, promovido pela Escola Nacional de Administração Pública (ENAP). A iniciativa também recebeu o Prêmio Excelência em Governo Eletrônico (e-Gov) 2016, na categoria ''Administração Pública''.

.: voltar :.