Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

Conselho Nacional de Procuradores-Gerais - CNPG

Menu
<

WebmailFaceBook do CNPGTwitter do CNPGRSS

<<  <  Dezembro 2018  >  >>
 Seg  Ter  Qua  Qui  Sex  Sáb  Dom 
       1  2
  3  4  5  6  7  8  9
10111213141516
171920212223
24252627282930
31      

A Promotoria de Justiça que atua no combate às organizações criminosas na região metropolitana de Florianópolis se reuniu, na manhã de sexta-feira (8/6), com o Prefeito da Capital, Gean Loureiro, secretários municipais, representantes das Polícias Civil e Militar e do Consórcio Fênix para discutir medidas de segurança para o transporte coletivo em algumas comunidades da Grande Florianópolis.

O Consórcio Fênix instalou em toda a frota de ônibus serviços de monitoramento ligados a um sistema de GPS como forma de proteger os passageiros dos mais diversos problemas, como assaltos e assédios. A partir da implantação do serviço, o Consórcio e a Administração Pública passaram a receber ameças por parte de criminosos que agem em alguns bairros da região sob a alegação de que as câmeras servem para vigiar suas atividades ilícitas.

Diante da situação, a Prefeitura e o Consórcio solicitaram uma reunião ampliada com diversos órgãos do município, com as Polícias Civil e Militar e com o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC). "A reunião foi muito produtiva, pois foi possível, graças a participação ativa e deliberativa de todos os envolvidos, proceder a um diagnóstico prévio e, a partir disso, elaborar um plano de ação visando a resolutividade desse problema, que tem afetado sobretudo ao usuário do transporte coletivo da capital", comentou o Promotor de Justiça Jádel da Silva Júnior.

Também participaram da reunião representantes da Secretaria Municipal de Segurança da Capital, da Secretaria Municipal de Transporte e Mobilidade Urbana, da Polícia Civil e da Polícia Militar.

.: voltar :.